sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Pub

Entrei lá, pedi uma velho barreiro com groselha, trouxe-me uma dose a moça, muito simpática e com uma bunda redonda demais, que de tanto olhar, quase vomitei por rodar muito. Logo, posteriormente, pedi a garrafa de véio e outra de groselha, enchi a cara, aquela porra, de fato, era um pub paraguaio.
Lembrei das putas que comi, da vez que uma se apaixonou por mim, descobriu meu celular, ligava desenfreadamente, e descobri que tinha conseguido com um amigo meu, deu pra ele afim de conseguir meu telefone.
Era bem gostosa, mas nada de diferente de tantas outras que eu já havia comido. Lembro-me que ela dizia aos outros que fazia tudo, menos anal. E comigo, ela dizia: Téo, come meu rabo? Ah, céus.
Depois que eu comi, desapareci. Soube que ela tomou pílulas aos montes de Valiun e eu não liguei, comecei a freqüentar outros puteiros.
Depois de comer tanta mulher gostosa, não é mais isso que quero. Ou morro sem trepar novamente ou morro amando... Amando... Amando. Ah, Amanda, você foi doida.

6 comentários:

Priii disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
more one marketing's game. disse...

auehauiehoaheuaheiuahe
véi, você é filho do Bukowski. HUAHIOU parece demais :]

Adalice disse...

tadjinha da puta :~

Luana disse...

você é filho do Bukowski [2]
mecome?

HAHAHAHAAHHA

Gi disse...

Tirando conclusões...
Deus ajuda quem cedo madruga
Quem cedo madruga, dorme à tarde...
Quem dorme à tarde, não dorme à noite...
Quem não dorme à noite, sai pra "night"!
Conclusão: Deus ajuda quem sai pra "night" !

Deus é amor.
O amor é cego.
Steve Wonder é cego.
Logo, Steve Wonder é Deus.

Disseram-me que eu sou ninguém.
Ninguém é perfeito.
Logo, eu sou perfeito.
Mas só Deus é perfeito.
Portanto, eu sou Deus.
Se Steve Wonder é Deus, eu sou Steve Wonder!
Meu Deus, eu sou cego!

(autor desconhecido)

D. disse...

Gosto desse.