sábado, 6 de setembro de 2008

Porra de amorzinho o quê!

Oi, amor. Saí e esqueci de deixar os recados que lhe faltavam. Vou sentir saudades, esse é o primeiro sentimento. Ah, o que o rapaz iria sugerir a você; era que fizessem sexo no domingo até o amanhecer de segunda.
Não esperei você chegar pra me despedir porque não gosto de despedidas, choro demais na hora do adeus, daí, acho que não consigo ir, mais fácil por aqui, não tem olho-no-olho, nem lero-no-lero.
Não consegui entregar os filmes na locadora, não me lembro se eram alugados. Não dei comida pro cachorro, nem pro gato, acho que eles estão com uma fome de leão. Não consegui almoçar também, não havia comida, mas fiz comida pra você; está no microondas. Cuida das crianças, limpei o quarto deles lá nos fundos, como haviamos combinado de ser o lugar quando elas viessem. Volto a te falar: Sua comida está no fogão, a comida do cachorro e do gato está na geladeira e a minha estou levando no saco de ração.



Te amo, tchau

Um comentário:

Menina Pri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.