domingo, 21 de setembro de 2008

É!

acho que por horas e horas vou sem ter por aí.
e por ela me calo, por não saber o que falar.

sexo, amor, sexo, amor, sexo, amor... óh, que mundo justo.


É, Deus. Nem vamos ser em dois até o fim, ela chegou.

Um comentário:

Marília Rodrigues disse...

Sem precisar dizer uma só palavra...
Só a que sabemos que é verdade!