quarta-feira, 7 de julho de 2010

Dúvida.

Eu não sei exatamente onde me lanço. Ando perdido. É dificil ter que decidir quando as duas coisas são boas. Você vai vagando por aí, sem saber ao certo se o mundo lhe oferece o bem ou o bem. Visto que esta escolha é a mais oportuna, você abre os olhos, vê à sua frente, uma é amor a outra é paixão, uma lhe devassa o cérebro outra lhe acalma o pau. Aí você diz: a da direita.
E pela sua escolha, o conhaque, acaba jogado na cama de sapatos no dia seguinte com a boca amarga. Hoje é dia da da esquerda: Cerveja.

2 comentários:

Andressa disse...

Só duas opções?

Saudades...

Pearl disse...

conhaque é amor, né não?